/Acusados de atentado a policiais vão a júri nesta quarta
Trocaram tiros com a Polícia

Acusados de atentado a policiais vão a júri nesta quarta

Bruno Cavalcante de Lira, 21 anos, vulgo Queixinho, e Diego Cardoso Benites, 28 anos, vulgo Capetinha, vão a júri na manhã desta quarta-feira (29). Eles são réus no processo de acusação por atentado contra policiais militares em Dourados.

O caso aconteceu há exatos sete meses, quando durante diligências na Vila Cachoeirinha os militares da ALI (Agência Local de Inteligência), do 3° Batalhão da PM, foram recebidos “a bala” pelos dois rapazes. Na data houve troca de tiros e eles acabaram feridos e detidos.

No processo que corre no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, o juiz da 3ª Vara Criminal de Dourados determinou que a arma utilizada pelo criminosos fosse levada ao júri.

O julgamento foi marcado para às 8h.

O CASO 

Bruno e Diego ficaram feridos após troca de tiros com policiais da ALI (Agência Local de Inteligência), do 3º Batalhão de Polícia Militar de Dourados, ocorrida no final da tarde do dia 29 de janeiro, na rua Clóvis Bevilaqua, na Vila Cachoeirinha, em Dourados.

O caso aconteceu após militares tentaram abordar a dupla que estava em atitude suspeita e acabaram sendo recebidos a tiros, o que foi revidado deixando Diego com um ferimento no nariz e Queixinho foi ferido com três tiros em uma das pernas.

A dupla foi socorrida por uma guarnição do Corpo de Bombeiros e encaminhada para o Hospital da Vida, onde está recebendo atendimento sob escolta Policial.

Um dia depois, eles foram indiciados pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo, tentativa de homicídio e associação criminosa.

Fonte: Douradosnews