/Conheça a trajetória empresarial de Falcão, novo empresário do Luva

Conheça a trajetória empresarial de Falcão, novo empresário do Luva

Dias após a coluna LeoDias expor a conflituosa relação existente entre o influenciador Luva de Pedreiro e o seu então empresário Allan Jesus, Iran Santana anunciou a troca de comando em sua carreira. Falcão, considerado por muitos o melhor jogador da história do futsal, assumiu, ao lado de Marcelo “Batata” Seiroz, a responsabilidade de administrar a carreira do jovem influenciador. O que Falcão fez nas quadras você já sabe, mas o que o ex-atleta faz fora dela, esta coluna te conta agora.

Após encerrar seu vitorioso ciclo como esportista, Falcão voltou as atenções para sua empresa, a F12. Ela é dividida em dois segmentos: apostas esportivas e entretenimento. No segundo, a empresa tem como principal agenciado, antes da chegada de Luva de Pedreiro, o influenciador e narrador de jogos de futebol de várzea Ney Silva. Já no âmbito das apostas, a F12 possui um site focado nelas, em que os interessados podem colocar dinheiro em vitórias e acontecimentos específicos de eventos esportivos.

Mesmo expandindo sua atuação como empresário, Falcão não esqueceu das origens. Sempre quando pode, o craque promove a transmissão de campeonatos de futsal em seu canal no YouTube. Em abril deste ano, transmitiu a Copa Mundo do Futsal da categoria Sub-21 (atletas menores de 21 anos). O evento contou com a presença de grandes clubes como o Corinthians, o São Paulo e o Vasco, tendo todas as partidas transmitidas pela a equipe de Falcão.

Conheça o que Falcão fez nas quadras 

Se você é daqueles que não conhece muito da carreira do craque dentro das quadras de futsal, a coluna LeoDias também conta um pouco sobre. Sendo considerado o melhor jogador de futsal da história, Falcão é dono de diversos troféus. Além de ter sido eleito melhor jogador do mundo por quatro vezes, o jogador foi campeão da Copa do Mundo da modalidade com a Seleção Brasileira duas vezes. Falcão também é dono de dois títulos mundiais por clubes e nove títulos brasileiros.

O atleta também teve uma breve passagem no futebol de campo em 2005, sem conseguir repetir o sucesso nas quadras. Mas, ainda assim, foi campeão do principal torneio de futebol na América do Sul com o São Paulo, a Taça Libertadores.

Fonte: Metrópoles