/Em 11 meses de 2018, MS registra maior receita com exportação de sua história

Em 11 meses de 2018, MS registra maior receita com exportação de sua história

Em apenas 11 meses de 2018, Mato Grosso do Sul registrou a maior receita com exportação de sua história. De acordo com dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), o recorde anterior havia sido registrado em 2013, com um faturamento de US$ 5,244 bilhões, nos 12 meses do ano. Neste ano, em uma parcial que leva em conta somente o acumulado entre janeiro e novembro, o resultado financeiro já atingiu os US$ 5,336 bilhões.

Conforme o ministério, um grupo de cinco produtos, todos da agropecuária ou que utilizam matérias-primas do setor: soja, celulose, carne desossada e congelada de bovinos, pedaços e miudezas congeladas de galos/galinhas e carne desossada fresca ou refrigerada de bovinos, representou 81,34% de todo o faturamento do estado com as exportações nestes 11 meses de 2018.

A soja liderou o ranking estadual de exportações na parcial deste ano. Entre janeiro e novembro, Mato Grosso do Sul vendeu para o mercado internacional US$ 1,870 bilhão, o que representou 35,04% do faturamento total do estado com essas operações.

Na segunda posição aparece a celulose, com a comercialização de US$ 1,744 bilhão, 32,69% da receita do estado com as exportações. Na sequência vêm: carne desossada e congelada de bovinos, com US$ 300,215 milhões (5,62%); pedaços e miudezas congeladas de galos/galinhas, com US$ 238,658 milhões (4,47%) e carne desossada fresca ou refrigerada de bovinos, com US$ 186,804 milhões (3,50%).

Os dados do MDIC apontam que cinco países concentraram mais de dois terços das operações com o estado. A China se manteve como o principal parceiro comercial de Mato Grosso do Sul. O estado embarcou para a nação asiática US$ 2,597 bilhões em produtos, o que representou 48,67% do total do período.

Na segunda posição aparece a Argentina, com US$ 375,198 milhões (7,03%). Depois vem a Itália, com US$ 244,623 milhões (4,58%), a Holanda, com US$ 225,959 milhões (3,23%) e Hong Kong, com US$ 173,048 milhões (3,24%).

Para a China, Mato Grosso do Sul exportou na parcial de 2018, somente 15 produtos, sendo os dois principais a soja e a celulose.

As vendas da oleaginosa para os asiáticos totalizaram US$ 1,539 bilhão. Esse volume de recursos representou 59,26% de todas as compras do país de produtos “Made in MS”.

Esse de vendas também significa que a China comprou 82,30% de toda a soja que Mato Grosso do Sul exportou nestes 11 meses de 2018.