/Homem que estuprou 15 vezes a enteada, é condenado a pagar R$ 5 mil de indenização

Homem que estuprou 15 vezes a enteada, é condenado a pagar R$ 5 mil de indenização

Condenado a 22 anos e 1 mês de reclusão, em regime fechado, podendo apelar em liberdade, um caseiro acusado de estuprar a enteada de 12 anos por 15 vezes também foi condenado ao pagamento de indenização de R$ 5 mil a vítima.

O caseiro tentou apelar na Justiça para que o crime tivesse a tipificação alterada para importunação sexual, mas em decisão publicada no Diário da Justiça desta quinta-feira (10), o pedido foi negado por unanimidade pelos magistrados.

Consta na denúncia que, entre os anos de 2010 e 2011, por pelo menos 15 vezes, o homem estuprou a enteada na propriedade rural e quase sempre no período vespertino. Ele ainda a obrigava a focar nua e quando a menina se recusava a tirar a roupa, o autor agia com violência e tirava as roupas da enteada.

Em uma das vezes em que cometeu os abusos, ele tentou manter conjunção carnal com a menina, mas como ela chorava e pedia para que ele parasse teria dito a ela, “Já que você não aguenta nada, vamos parar “. Os estupros só cessaram quando a menina disse que iria contar para a sua mãe o que estava acontecendo.

Quando ameaçou falar a verdade para a mãe, a menina acabou agredida com um tapa no rosto pelo caseiro. Ele foi condenado a 22 anos e 1 mês de reclusão, em regime fechado, podendo apelar em liberdade. Condenado também ao pagamento de R$ 5 mil de indenização.