/Palestra alerta sobre casos de depressão entre estudantes universitários

Palestra alerta sobre casos de depressão entre estudantes universitários

Setembro é um mês dedicado à conscientização sobre a importância da prevenção do suicídio, o denominado Setembro Amarelo. Visando debater a questão no meio acadêmico, já que o suicídio é a quarta maior causa de morte entre pessoas com idade entre 15 e 29 anos, o Crea/MS (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso do Su), por meio do Crea Júnior, promoverá nesta quinta-feira, dia 27 de setembro, a partir das 19 horas, no auditório da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados), em Dourados, a palestra “Falar é o melhor remédio”.

Ministrada pelo coordenador da Campanha Setembro Amarelo em Prol da Vida e pesquisador sobre o tema, Sandro de Toledo, a palestra tem como objetivo abordar situações e fatores de risco, como relação familiar e professor-aluno, pressão cotidiana e o uso de drogas, por exemplo, que podem ocasionar transtornos e síndromes, como a de Borderlaine e a depressão. De acordo com Toledo, o suicídio pode afetar diferentes classes sociais, origens, idades e “reconhecer os sinais de alerta em si mesmo ou em outras pessoas pode ser um importante passo”.

O Ministério da Saúde divulgou no dia 20 de setembro novos dados do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM 2017) sobre tentativas e óbitos por suicídio no Brasil, que registrou aumento  de 16,8% na taxa de mortalidade por suicídio por 100 mil habitantes entre 2007 e 2016.

Em 2016, no Brasil, mortalidade por suicídio foi de seis pessoas para cada 100 mil habitantes, ou seja, são 11 mil pessoas tiram a própria vida, em média, por ano.

“Durante o encontro vamos também fazer um bate-papo e ressaltar que as universidades possuem núcleos de psicologia que podem realizar atendimentos para este público. Falar é sempre o melhor remédio”, disse Toledo.

A palestra é gratuita e aberta à participação de toda a sociedade. As inscrições podem ser feitas no site www.creams.org.br/eventos. Informações podem ser obtidas pelos telefones 3426-3190 (Crea-MS) ou 99693-7133 (Maicol).