/PF acredita em prejuízo de R$ 200 milhões aos cofres públicos
cofres públicos

PF acredita em prejuízo de R$ 200 milhões aos cofres públicos

A Polícia Federal calcula que o prejuízo causado aos cofres públicos estaduais ultrapasse os R$ 200 milhões, segundo as investigações da Operação Vostok, que apura suposto esquema de pagamento de propinas por parte de empresa no ramo frigorífico.

Conforme a PF, os valores estão relacionados a acordos de benefícios fiscais concedidos pelo governo.

A investigação começou no início do ano, após delações dos executivos da JBS, Wesley e Joesley Batista, revelando o suposto esquema.

Segundo nota encaminhada pela PF, do total de créditos tributários auferidos pela empresa dos delatores, percentual de até 30% era revertido em proveito dos investigados.

Eles detalharam os procedimentos adotados junto ao governo para a obtenção de benefícios fiscais, os TARE’s.

Nos autos do inquérito, foram juntadas cópias das notas fiscais falsas utilizadas para dissimulação desses pagamentos e os respectivos comprovantes de transferências bancárias.

Vostok

O nome da operação está relacionado a uma estação de pesquisa russa localizada na Antártida onde já foi registrada uma das menores temperaturas do planeta. O nome faz referência às notas fiscais frias utilizadas para a dissimulação dos pagamentos.