/Professora desaparecida na fronteira é encontrada morta

Professora desaparecida na fronteira é encontrada morta

Isamar Auxiliadora Cabral, de  28 anos foi encontrada morta nesta quinta-feira (28) em Loreto, no Departamento de Concepción, no Paraguai, que fica nas proximidades de Bela Vista, Mato Grosso do Sul. Ela estava desaparecida desde a última terça-feira, quando saiu de  para trabalhar.

De acordo com informações do chefe do Departamento Antissequestro da Polícia Nacional, Nimio Cardozo, o corpo estava em uma área rural conhecida como Costa Ferreira. Tudo indica que a professora foi vítima de latrocínio. Seu carro foi encontrado em uma casa na cidade de Yby Yaú e seria vendido.

Segundo informações da Polícia Nacional, no local também foi encontrada uma carteira preta contendo documentos de Hilário Gayoso Duarte. Ele foi apontado como suspeito pelo desparecimento de Isamar e e deve ser indiciado por homicídio doloso.

Após checagem no sistema de informação da polícia paraguaia, os investigadores que acompanham o caso descobriram que Hilário possui já era procurado pela  do Paraguai e tinha três mandados de prisão em seu nome. Os crimes foram cometidos em 2018, 2019 e 2020 na cidade de Pedro Juan Caballero, na fronteira com Ponta Porã.

Fonte: Midiamax