/Após um ano de excussão do marido, mulher é morta a tiros na fronteira

Após um ano de excussão do marido, mulher é morta a tiros na fronteira

A vítima foi identificada como Alba Luz Godoy Chavez, 30 anos, cujo marido Adib Morel Dutra, 42, foi executado a tiros no dia 3 de dezembro de 2017. O atentado contra a mulher aconteceu na noite de terça-feira (13) por volta das 19h45, quando se encontrava sentada em frente a um inquilinato situada na rua 14 de maio no bairro São José da cidade de Capitan Bado, onde o pistoleiro teria chegado e realizado cinco disparos de pistola do calibre 9mm contra a vitima que faleceu de forma instantânea no local.

Segundo testemunhas, o pistoleiro fugiu a bordo de uma motocicleta. Agentes da Divisão de Homicídios e da Polícia Técnica apoiados pelo promotor de justiça Leonardo Cacerez, realizaram os procedimentos de rigor e encaminharam o corpo da vítima ao IML da cidade a espera dos familiares, informações indicam que a vítima era suspeita de mandar executar o mandante da execução do marido, situação que teria supostamente motivado a sua execução, mas os investigadores não descartam nenhuma hipótese que será investigada pela Divisão de Homicídios da Polícia Nacional do Paraguai.