/Final de semana violento, registra 7 mortes em Campo Grande
sete mortes registradas

Final de semana violento, registra 7 mortes em Campo Grande

Com sete mortes, o final de semana foi violento em Campo Grande. Dos casos, dois foram assassinatos, um bandido morto em confronto com a polícia e outras quatro mortes no trânsito. Além disso, a maioria dos casos ocorreu no sábado (1º).

Na tarde de sábado, acidente em uma curva da MS-080, a 50 km de Campo Grande, matou o condutor Jair Arantes Sodre.

Conforme a PM (Polícia Militar), ele teria perdido o controle da direção do Uno e caiu no barranco.

O carro parou na margem do rio Jatobá e ficou destruído. O homem morreu no local.

Na mesma tarde, rapaz ainda não identificado pela polícia morreu na tarde deste sábado (1º) depois de ser esfaqueado em terreno baldio, na Rua Iraci Corrêa Barbosa esquina com a Rua Sizuo Nakasato, no Jardim Itamaracá.

De noite, Gabriel da Silva Oliveira, de 22 anos, morreu após o carro que dirigia capotar no viaduto que liga as avenidas Ernesto Geisel e Mascarenhas de Moraes na noite deste sábado (1º), em Campo Grande.

O jovem chegou a ser socorrido até a Santa Casa, mas não resistiu aos ferimentos.

Horas depois, a professora e ex-diretora da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul) Maria Ildonei Lima, de 70 anos, foi encontrada morta em casa, no Jardim Leblon.

Conforme a polícia, a vítima foi morta a golpes de crucifixo. Apesar de não descartar latrocínio – roubo seguido de morte – a polícia constatou que nada de valor foi levado do local.

Ainda na mesma noite, um assaltante de 18 anos, identificado pela polícia como Mizael Canavarro Chimendes, morreu na noite de sábado (1) no Jardim Los Angeles, após trocar tiros com um policial militar que estava de folga.

Ele tentou roubar uma farmácia na Rua Engenheiro Paulo Frontin junto com um comparsa, que fugiu, e levou cinco tiros do policial.

Já na madrugada de domingo (2), um acidente na BR-163, próximo a Uniderp Agrárias, matou uma mulher de 36 anos na madrugada deste domingo (2) em Campo Grande.

O médico Edson de Arruda Alves, de 69 anos, foi preso por embriaguez após atingir o carro em que a vítima, identificada como Márcia Martins Honório, e o namorado estavam.

Michele Dulce Morales, de 28 anos, morreu neste domingo (2) em acidente na MS-040, em Campo Grande. O esposo e a filha de um ano foram encaminhados para a Santa Casa.

A família havia partido da Capital com destino à cidade paulista de Ourinhos, onde residem seus familiares.

Eles trafegavam pelo quilômetro 157, da rodovia estadual, quando o carro capotou. O modelo do veículo não foi divulgado ainda, nem os detalhes do aciente.

Michele, que morava há dois anos em Campo Grande, faleceu no local.