/Homem é condenado por estupro em Brasilândia

Homem é condenado por estupro em Brasilândia

A Justiça de Mato Grosso do Sul condenou a 12 anos de prisão em regime fechado o lutador de artes marciais Alex Ortiz, por estupro a uma menina de 10 anos. Ele está preso desde setembro de 2017.

O crime foi em Brasilândia, a 374 quilômetros de Campo Grande, onde o acusado dava aulas para crianças.

Segundo as investigações, o professor convidou um grupo de crianças para assistir filmes na casa dele e lá cometeu os abusos contra a menina.

O lutador é ainda investigado pela Polícia Civil por suspeita de outros dois casos de estupro contra crianças.